1 de dez de 2012

Me and Orson Welles

Eu e Orson Welles
Ano: 2008
Com quem? Zac Efron (Hairspray/Charlie St Cloud), Claire Danes (Romeo + Juliet), Christian McKay (O Espião que Sabia Demais), Zoe Kazan (Ruby Sparks), Ben Chaplin (TWIXT).

Direção: Richard Linklater (Bernie).

É sobre o quê?
Em New York, em 1937, o jovem Richard Samuels acaba descolando um pequeno papel na peça "Caesar", o primeiro espetáculo da Broadway baseado em uma obra de Shakespeare. Mas o mundo nos bastidores é mais complicado do que parece e são necessárias artimanhas para o sucesso. (Filmow, rs).

Eu gostei de: 
Bom, o roteiro é meio simples, no sentido de que pouca coisa acontece e a gente fica então por conta dos diálogos e das atuações, que são ótimas. 

É legal ver os bastidores de uma peça em 1937 e como todo mundo tenta fazer o que pode pra atingir seus objetivos, as batalhas de egos etc. Estas coisas rendem umas risadinhas durante o filme todo.

A Claire Danes e o Zac Efron estão bons, mas o melhor ali é o McKay como Orson Welles. Eu não conheço muito sobre o Orson Welles, nem sobre seu trabalho, mas li que a caracterização foi boa. De qualquer forma o cara dá um show retratando todo o egocentrismo e desespero por atenção deste diretor, ele é daqueles caras que sabem que são fodas e esfregam isso na cara de todo mundo.

Yeah... applaud me bitches

Eu não curti:
Então, como eu disse, poucas coisas acontecem. Às vezes isso prejudica um pouco o filme, porque fica uma falatório sem fim, com várias citações de livros e outras peças eZzzZzZzz. Por mim poderiam ter acrescentado alguma cena mais pesadinha, ou uma cena mais engraçada ou romântica... em vez de ficar tudo no morninho. Aliás, é adaptação de livro, então talvez estas coisas tenham funcionado melhor escritas.

Eu também não curti muito a escolha do Zac Efron pro papel. Às vezes parece que ele é muito bonito ou galãzinho, aí demora um pouco pra pegar a simpatia por ele. Se fosse um cara mais esquisitão, estilo o Eddie Redmayne, o negócio funcionaria melhor.

Oh really, Vinnie?

E vale a pena?
Até vale. Mas não é lá grande coisa. Este é um dos "filmes para se ver numa tarde de tédio", daqueles que a gente pega passando no Telecine Touch e fica largando vendo. Como diz até na capa, é um "feel good movie", ou seja, é daqueles romancinhos/draminhas que não não faz a gente chorar e tal.

Cheio de coisinhas assim...

Você vai gostar se...
Gosta justamente deste tipo de filme "pra ver de tarde" rs. Se curte o mundo do teatro, ou tem curiosidade pra saber como seria produzida uma peça em 1937. Se gosta de My Week with Marilyn ou da série Smash, talvez vá gostar de Me and Orson Welles.

Em uma quote da vida: 



Sobre o Autor:
VinnieVinnie. Eu não tenho filtros e vejo qualquer tipo de coisa. Gosto de drama, ação, terror, comédia e não tenho preconceitos (vou de cult a blockbusters e trashões). Sou fanático por premiações e futilidades de Hollywood. Odeio spoilers mais que tudo. [Perfil completo]


Um comentário: